Notícias

Fundação Tide Setubal participa da 5ª edição da Virada Sustentável


QUALIDADE DE VIDA | CDC 14/09/2015

Nos dias 27 e 28 de agosto, a Fundação Tide Setubal participou da 5ª edição da Virada Sustentável, evento realizado em toda a cidade com o objetivo de reunir pessoas, grupos e instituições públicas e privadas que trabalham para melhorar a sociedade e o meio ambiente a partir da sustentabilidade.

No dia 27, o CDC Tide Setubal recebeu uma roda de conversa sobre arte e sustentabilidade. André Palhano, fundador e organizador da Virada, abriu a roda de conversa destacando a influência das artes para estimular práticas sustentáveis. “A arte provoca um novo olhar e relação com a realidade, por isso é importante pensarmos em novas narrativas e estratégias que sensibilizem e mobilizem as pessoas para mudanças de hábitos e comportamentos, enfatizando a força da brincadeira e da diversão para a construção de uma sociedade sustentável”.

Já no dia 28, os alunos da EMEF José Honório participaram de uma série de atividades sustentáveis promovidas pelo núcleo Qualidade de Vida, da Fundação Tide Setubal, em parceria com o Instituto NUA e com a ONG Organicidade. Os alunos do 6º e 7º ano marcaram presença nas oficinas de culinária e sabores, horta, minhocário e sementeira, jogos da natureza onde os alunos aprenderam um pouco mais sobre sustentabilidade ambiental e exploram os espaços da escola.

Izabel Brunsizian, coordenadora do Qualidade de Vida, destaca a participação na Virada da Sustentabilidade. “No Qualidade de Vida trabalhamos para melhorar as relações e os lugares de convivência. Para a participação da Virada Sustentável, pensamos em levar isso para os alunos estimulando toda a turma no trabalho em equipe e no direito de escolha, já que cada aluno podia selecionar qual oficina participar e descobrir um novo jeito de aprender dentro da escola”.

“Nunca tinha feito uma horta, foi legal colocar a mão na terra, mas eu gostei mesmo foi da oficina de culinária onde aprendemos sobre alguns temperos e preparamos os lanches para toda a turma, adoraria ter mais atividades como essa na escola”,  conta a aluna Vitória Cristina, 12 anos, do 6º ano,

O aluno Kelvin Alves, 12 anos, confessou que a participação na oficina de culinária foi sua primeira experiência na cozinha”. “Participei dos jogos cooperativos onde aprendemos a trabalhar em grupo. Na oficina de culinária também foi minha primeira vez ajudando a fazer comida, eu nunca ajudei minha mãe em casa, mas agora já posso fazer pelo menos a salada”.

Para Luiz Henrique, de 11 anos, as atividades deixaram o dia de aula mais divertido. “Foi legal sair da sala de aula e aprender brincando. Na oficina de culinária nós preparamos o lanche para toda a turma. Eu gostaria de ter mais aulas assim”.

A gestora ambiental, Claudia Saleme, também realizou uma atividade com os alunos da EMEF onde as crianças puderam trabalhar em grupo para compreender a sustentabilidade no espaço escolar. “Comecei com esse trabalho na Amazônia e contei um pouco dessa minha experiência para os alunos aqui da EMEF José Honório. Através do trabalho em grupo os alunos usaram a música e imagens para compreender um pouco do que é sustentabilidade e da importância de colaborar para a construção de uma sociedade sustentável dentro da escola”.