Videoteca

28/08/2016

Novas configurações metropolitanas

Vídeo exibido no início da Conferência com Saskia Lassen no Seminário Internacional Cidades e Territórios: encontros e fronteiras na busca da equidade.

14/09/2016

Histórias de Encontros - Antonia Marlucia Martins

O encontro de Antonia Marlucia Martins Gomes com a Fundação Tide Setubal aconteceu no Galpão de Cultura e Cidadania. Moradora do Jardim Lapenna, Malu, como é conhecida, não gostava nem um pouco do bairro de onde foi morar depois do casamento. Tinha medo das pessoas e não se reconhecia naquele lugar. Isso até perceber a presença das agentes do Programa Ação Família. A partir de então passou a frequentar encontros semanais com outras mulheres e a perceber pontos e desafios em comum. Foi no Ação Família que Malu se aproximou também dos livros e da literatura. Tudo começou com uma pequena caixa com algumas publicações. Hoje, Malu é uma das responsáveis pelo Ponto de Leitura do Jardim Lapenna e faz muita gente embarcar no universo das histórias.

 

09/09/2016

Histórias de Encontros - David Rocha

David Souza Rocha sempre gostou de música. O primeiro contato foi com um violão que ganhou da mãe. Aprendeu a tocar na igreja. Depois veio o violino , até o seu encontro com a oficina de luteria da Fundação Tide Setubal. “Foi uma chance ímpar: o único curso gratuito de luteria da cidade, quem sabe do Brasil, sendo dado no bairro onde eu moro.” David aprendeu a construir os instrumentos, que antes só tocava. Acrescentou ao seu aprendizado a preocupação com o meio ambiente. Do lixo, espalhado pelo bairro, o jovem passou a retirar madeira, transformando tudo em música. Hoje, ele é aprendiz de luteria profissional e quer ter seu próprio ateliê.

08/09/2016

Histórias de Encontros - Vera Maria

Vera Maria estava se aposentando da Secretaria da Saúde da Prefeitura em 2006 quando recebeu o convite para coordenar o Programa Ação Família. O primeiro momento do Programa foi marcado pela seleção e preparação das equipes para entrar no território de maneira cautelosa. Vera comenta sobre a busca por referências em outros países que possuíam projetos semelhantes, ou seja, que trabalhavam com famílias carentes. A motivação de trabalhar com a família deu-se com a ideia de potencializar os indivíduos enquanto agrupamento e sua dinâmica. Ela fala sobre as dificuldades que o projeto enfrentou durante o seu desenvolvimento no território, mas enfatiza o sucesso que atingiu com as famílias sobre diversas questões: documentação, trabalho, saúde, dinâmica familiar, renda, habitabilidade, cidadania, etc. Destaca a importância da Oficina Culinária na vida das mulheres da comunidade que se apropriaram dos conhecimentos adquiridos nas oficinas e passaram a utilizá-los como fonte de renda

04/09/2016

Histórias de Encontros - Marcelo Ribeiro Silva

Marcelo Ribeiro Silva, gestor do CDC Tide Setubal, conta como foi a trajetória do espaço onde a Fundação Tide Setubal iniciou suas atividades em São Miguel Paulista. Segundo ele, o CDC, inicialmente, era um ambiente, predominantemente masculino e restrito, mas esse cenário mudou com a ampliação da oferta de atividades esportivas e a construção de uma programação cultural, que cresceu de maneira gradual. Nesse sentido, o Encontro de Cultura Caipira foi um divisor de águas isso porque ele surgiu com uma demanda da comunidade e só foi possível com a participação dos moradores que trabalharam de todo o processo de criação do Encontro. Depois do sucesso na articulação com a comunidade na elaboração do Encontro, a Fundação conseguiu realizar a Feira do Livro que nasceu dentro do CDC e depois ganhou as ruas como Festival. “A escuta, a qualidade e a frequência dos serviços ofertados pela Fundação no CDC foi de extrema importância para ganhar a confiança da comunidade. Depois de muito trabalho conjunto, o CDC transformou-se num polo irradiador de cultura, práticas esportivas, fóruns, debates e discussões em São Miguel”.

24/08/2016

Aprendizagens

O que a Fundação levou como aprendizado nesses 10 anos de atuação em São Miguel? E quais foram os aprendizados deixados para a comunidade? A mudança do olhar, o saber escutar, o reivindicar, construir junto, entre outros. Assista ao vídeo e confira quais foram as aprendizagens mais importantes destacadas por personagens que participaram da história da Fundação Tide Setubal.