Cidades e Territórios



Fundação Tide Setubal celebra 10 anos e realiza seminário internacional


Para celebrar seus 10 anos de trabalho pelo desenvolvimento local sustentável de São Miguel Paulista, a Fundação Tide Setubal realiza, no próximo dia 14 de junho, o Seminário Internacional Cidades e territórios: encontros e fronteiras na busca da equidade, na Fecomercio, Bela Vista, São Paulo (SP). O evento é aberto e gratuito.

A proposta do seminário, realizado em parceria com a Folha de S.Paulo, é a partir da experiência da Fundação com desenvolvimento local em São Miguel, zona leste da capital, proporcionar um amplo debate sobre políticas públicas, sobretudo as sociais, trazendo de volta para o centro da discussão a questão das periferias das grandes cidades, ainda mais em um ano de eleições municipais no Brasil.

“Tudo o que a Fundação fez e faz é comprometido com a diminuição das desigualdades sociais no território. Ele importa muito, é central, porque é no território que as várias políticas sociais fazem a diferença na vida das pessoas”, analisa a socióloga e educadora Maria Alice Setubal, presidente do Conselho da Fundação Tide Setubal e uma das criadoras da fundação familiar.

Parte-se da constatação de que, apesar do avanço da universalização de serviços públicos, tais serviços continuam sendo sistematicamente mais precários e de pior qualidade em áreas de alta concentração de pobreza. Em outras palavras, o argumento básico do seminário é que a natureza dos territórios específicos onde os serviços públicos são oferecidos continua sendo determinante da oferta de políticas públicas, ou seja, o território importa.

Serão discutidos temas como participação social, sustentabilidade, violência, cultura nas periferias e protagonismo jovem. A conferência de abertura será da professora Saskia Sassen, da Universidade de Columbia (EUA), referência mundial no tema da globalização e das migrações urbanas.

Também participarão Choukri Ben Ayed, especialista em educação da Université de Limoges (França), que encerrará o evento, e Pablo Maturana, que trabalhou na agência de cooperação da cidade de Medellín (Colômbia), considerada uma das mais inovadoras do mundo.

Entre os especialistas brasileiros, estarão presentes Ricardo Abramovay, professor sênior do Instituto de Energia e Ambiente da USP, Christian Dunker, fundador do Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da USP, Jailson de Souza e Silva, criador do Observatório de Favelas no Rio de Janeiro, e Regina Novaes, cientista social e ex-presidente do Conselho Nacional da Juventude.

Confira a programação completa e faça sua inscrição em folha.com/cidadeseterritorios