Cidades e Territórios



Programação


8h 30 – 09h Credenciamento/welcome coffee

9h – 10h Abertura

Boas-vindas e apresentação vídeo institucional

Fala de Maria Alice Setubal – Presidente da fundação Tide Setubal

 

10h – 11h: CONFERÊNCIA 1: NOVAS CONFIGURAÇÕES METROPOLITANAS E A IMPORTÂNCIA DO TERRITÓRIO PARA AS POLÍTICAS PÚBLICAS URBANAS

Como se configuram, hoje, as grandes cidades e, nelas, os territórios de pobreza e suas periferias? (Centralidades e periferias, territórios de riqueza e territórios de pobreza)

Como as tendências internacionais recentes (como a globalização e o crescimento do setor de serviços) contribuem ou não para aprofundamento dessas heterogeneidades?

Como as políticas sociais devem responder a essas questões? Como os princípios pelos quais as políticas sociais que vêm sendo desenhadas (universalização e focalização) contribuem ou não para a transformação dos espaços de pobreza?

Por que a categoria território importa para se pensar políticas sociais voltadas ao combate às desigualdades e ao desenvolvimento das periferias das grandes cidades?

Convidado confirmado: Saskia Sassen (Columbia University)

Mediador: Raul Juste Lores

11h – 11h 30– Coffee break

 

11h 30 – 13h MESA DE DEBATE 1: DO CAOS URBANO À CIDADE SUSTENTÁVEL

Como enfrentar os enormes desafios relacionados à questão socioambiental nas grandes cidades?

Como abordar estes desafios da sustentabilidade em territórios periféricos específicos, como áreas de invasão sujeitas a riscos ambientais diversos?

Como lidar com a demanda por moradia e a transformação dos territórios com situações de elevada vulnerabilidade social?

Dadas as transformações econômicas pelas quais as metrópoles vêm passando, como estimular e fomentar o potencial econômico local, nas periferias, fortalecendo o empreendedorismo e as redes de trocas, isto é, fazendo com que os recursos gerados por membros da comunidade fiquem na comunidade, ampliando assim o seu efeito multiplicador?

 

Convidados confirmados: Ricardo Sennes, Ricardo Abramovay, Aldaíza Sposati.

Mediador: Haroldo Torres

 

13h – 14h 30 – Almoço de celebração oferecido pela Fundação Tide Setubal

 

TARDE

14h30 – 16h - Sessões simultâneas

 

MESA DE DEBATE 2: APROPRIAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO E O DIREITO À CIDADE

Como atuar sobre os mecanismos de reprodução da segregação territorial da população das periferias e sobre as suas diversas consequências?

O que já aprendemos sobre os desafios de mobilização da população para a maior garantia dos direitos? Quais as lições das experiências relevantes nesse campo? Quais os desafios?

Como humanizar os espaços da periferia, permitindo maior uso e apropriação do espaço público?

Quais os principais desafios relativos à mobilidade urbana? E do direito a ir e vir. As restrições à circulação nos territórios por causa da violência do crime organizado e da atuação policial. As restrições à circulação devidas aos estigmas e aos preconceitos que recaem sobre os moradores das periferias.

Quais os desafios das políticas de segurança pública nesses territórios? Como o estado e a sociedade podem atuar para ampliar a segurança urbana? O que pode ser feito no plano urbanístico e de outras políticas sociais (como a de assistência)?

Convidados confirmados: Jaílson de Souza e Silva, Cristian Dunker e Pablo Maturana

Mediador: Mara Gama

MESA DE DEBATE 3CONEXÕES CULTURAIS: ENCONTROS E DESENCONTROS NA CIDADE

Manifestações artísticas e culturais das periferias e a construção de identidades e de visões de mundo em face das transformações, das contradições e dos conflitos urbanos

Como ampliar a visibilidade das produções culturais oriundas das periferias, contribuindo para que possam ser incorporadas na vida cultural de toda a cidade?

As consequências das novas tecnologias para a vida cultural nas periferias

Possibilidades, contradições e desafios relacionados à circulação de bens e práticas culturais de prestígio nas periferias: possibilidades e desafios (bibliotecas, teatros, espetáculos, exposições)

Possibilidades, contradições e desafios relacionados à circulação dos moradores das periferias nos espaços centrais da cidade dedicados às práticas culturais de prestígio

A relação entre as práticas culturais tradicionais orais, as práticas culturais letradas existentes nas periferias e a cultura escolar.

Convidados confirmados: Regina Novaes, Robinson Padial (Sarau do Binho), Ronaldo Almeida.

Mediador: Eliane Trindade

 

MESA DE DEBATE 4– A VOZ DO JOVEM NA MOBILIZAÇÃO SOCIAL

Como o uso de tecnologias da informação e da comunicação podem engajar a população e induzir mudanças?

Como fomentar iniciativas transformadoras que nascem nas periferias e estimulam soluções criativas por parte de jovens? Quais os mecanismos que podem contribuir para o desenvolvimento dessas iniciativas?

Quais são os desafios para se aumentar o protagonismo político dos jovens na reivindicação de seus direitos?

 

Convidados:  Alessandra Orofino, Tony Marlon, Rodrigo Bandeira, Natália Viana (a confirmar)

Mediador: Giuliana Vallone

 

16h – 16h30 Coffee-break

 

16h30 – 18h – CONFERÊNCIA 2: POLÍTICAS EDUCACIONAIS: A UNIVERSALIZAÇÃO PRODUZ IGUALDADE NOS TERRITÓRIOS?

Temas e questões orientadores

Como universalizar o direito à educação em contextos de forte segregação urbana e escolar?

Como conectar a política educacional a outras políticas sociais?

Como interpretar a diferenciação da oferta escolar vis a vis o princípio da isonomia?

Como tratar a regulação da escolha de estabelecimentos escolares por parte das famílias?

Conferencistas confirmados:

Choukri Ben Ayed (Université de Limoges)

Maria Alice Setubal (Presidente da Fundação Tide Setubal)

Mediador: Maurício Érnica

18h - Encerramento