Notícias

Clube Escola intensifica ações e cria mais vínculo com beneficiados


14/12/2010


Criado pela Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação — e realizado em parceria pela Fundação Tide Setubal —, o Clube Escola oferece uma série de oficinas (futebol, basquete, vôlei, ginástica, circo) aos alunos de escolas públicas da região de São Miguel Paulista no contra-turno escolar. Atualmente, o programa conta com 700 inscritos, na faixa entre 7 e 18 anos. Em 2010, foram realizados mais de 30 mil atendimentos. Os números foram semelhantes a 2009.

O objetivo de 2010 não era ampliar o público, mas intensificar as ações, fazendo com que os alunos estabelecessem mais vínculo com o programa. Para Emerson Tolentino, coordenador de esportes do CDC, o resultado foi alcançado. “Observamos uma menor rotatividade. Uma das razões para esse maior comprometimento deve-se à oferta de eventos esportivos que promovemos ou dos quais participamos. Quando começam, já sabem que vão competir no Festival, na Virada Esportiva etc.. Isso faz com que tenham uma motivação a mais para continuar no projeto”. Somente o 2° Festival do Esporte, ocorrido em 1° de maio, registrou mais de 1500 participantes.


Além da prática esportiva, o Clube Escola desenvolve aspectos ligados ao exercício da cidadania. Ao longo de 2010, foram abordados temas como ética e pluralidade cultural. Crianças e adolescentes são estimulados a pensarem sobre essas questões a partir de vídeos, debates, desenhos e redações. Outro ponto de destaque em 2010 foi o incentivo à prática de outras mobilidades esportivas. “Os alunos não podiam frequentar duas turmas do mesmo esporte. Isso fez com que muitos migrassem do futebol, nosso carro-chefe, para o vôlei, basquete, o que permite a variação do repertório motor”, ressaltou Emerson.

Além disso, o coordenador salientou que em 2010 houve baixa rotatividade dos frequentadores – o que denota que eles estão com um compromisso maior com o espaço –, e aumento da participação dos familiares, como na reunião do Clube Escola, que reuniu 74 pais.

Para 2011, o plano é ampliar as parcerias, tendo em vista a participação em eventos esportivos e a troca de experiências entre profissionais da área. “A idéia é realizar intercâmbios de conhecimento; encontros com professores da rede pública da zona leste, para ensinarmos nossa metodologia de esporte inclusivo e aprendermos com trabalho deles também”.

Leia depoimentos de participantes do Clube Escola:

 “Faço ginástica rítmica no CDC há dois anos. Também participo do xadrez, do circo e do teatro. É bem legal. Gosto das atividades, mas minha preferida é circo, porque é mais dinâmico. Neste ano, aprendi a fazer estrela, ponte, parada de mãos, cambalhota. Estou sempre no CDC à tarde. Se tivesse em casa, ficaria vendo TV. Aqui é mais divertido.”
Samira Ferreira de Mendonça, 11 anos

“Faço tantas coisas no CDC: ginástica, desenho, basquete, vôlei. O que mais gosto é basquete, porque acho mais interessante. Eu venho para cá porque eu quero aprender.”
Ana Carolina Matos da Cruz, 9 anos