Notícias

Ponto de Leitura supera 6 mil empréstimos e atrai mais jovens em 2011


13/12/2011

O Ponto de Leitura no Galpão de Cultura e Cidadania do Jd. Lapenna superou 6 mil empréstimos no ano de 2011, com mais de 700 cadastrados. O número é motivo de comemoração: representa um aumento de cerca de 29% na utilização do acervo em relação aos 4.300 empréstimos de 2010. A frequência de jovens também foi maior. “Embora as crianças permaneçam como nosso principal público, neste ano adolescentes e jovens dos Núcleos ArteCulturAção, Mundo Jovem e Comunicação passaram a utilizar mais o local”, constata Aline Santiago, supervisora do Ponto.

Há pouco mais de dois anos, a Fundação Tide Setubal firmou parceria com a Divisão de Bibliotecas da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo para implantar o Ponto, a fim de garantir acesso a livros a moradores da região. “É importante unir num só espaço várias ofertas de formação e informação, sobretudo em um território vulnerável e com poucos equipamentos públicos”, observa Inácio Pereira dos Santos Neto, coordenador do Núcleo ArteCulturAção, que engloba o Ponto de Leitura.

Atualmente, crianças, jovens e adultos contam com um acervo de cerca de 4 mil volumes, que inclui periódicos, livros infantojuvenis, didáticos, de história em quadrinhos, ficção e não-ficção. Além de empréstimos e consultas, os frequentadores podem participar de contação de histórias, mediação de leitura e outras atividades de estímulo à literatura.

Ampliação de horizontes

A contação de histórias, por exemplo, acontece uma vez por mês, quando se reúnem 50 pessoas, a maioria crianças da comunidade ou das escolas dos arredores. Há ainda atividades especiais para adultos. Durante o Festival do Livro e da Literatura de São Miguel, realizado na última semana de outubro, ocorreu o evento Pé na Cozinha, em parceria com o Programa Ação Família, no qual os 25 presentes compartilharam quitutes, poemas e histórias familiares.
Outro momento marcante de 2011 foi o curso A Literatura e a formação de leitores, no primeiro semestre, que estimulou 22 inscritos (educadores, professores e bibliotecário) a promover mediação de leitura em seus ambientes de trabalho. Esta formação desdobrou-se numa oficina de sensibilização para 25 adolescentes no CEU Três Pontes. “Foi uma forma de concretizarmos a ideia de irradiar e multiplicar a nossa ação no território”, conclui Inácio.

Leia, a seguir, depoimentos de frequentadores do Ponto de Leitura:

“É excelente ter um lugar perto de casa para retirar livros, ler revistas, enfim, interagir com o universo cultural. Costumo vir aqui duas vezes por semana e sempre encontro os livros que procuro.”
Luiz Ricardo dos Santos Machado, 20 anos, morador de São Miguel Paulista

“Esse é um espaço muito legal para ter contato com a cultura. Estou aqui para ver quais as novidades de mangá. E também já participei de um encontro sobre histórias africanas, que despertou meu interesse por esta literatura.”
Jhonn Felismino dos Santos, 16 anos, morador do Jd. Lapenna

“O Ponto de Leitura é ótimo para fazer pesquisas escolares e retirar os livros recomendados pela professora.”
Jaqueline Andreassa Inácio, 14 anos, moradora de Vila Nair

“Adoro ficar lendo os livros no Ponto de Leitura. Também não perco uma contação de história no Galpão. Aqui é muito divertido.”
Geovana Desidério Carvalho, 9 anos, moradora do Jd. Lapenna