Notícias

12º Encontro de Cultura Caipira alia atrações contemporâneas à tradição popular


QUALIDADE DE VIDA | MúSICA | MOBILIZAçãO 21/06/2018

Já é tradição. Há 12 anos, todo mês de junho a Fundação Tide Setubal realiza o Encontro de Cultura Caipira, e em 2018 não poderia ser diferente. Entre os dias 29 de junho e 1 de julho, a Praça Morumbizinho, em São Miguel Paulista, receberá o evento. A maior mudança na 12ª edição do Encontro de Cultura Caipira estará nas atrações musicais. “Como parte da reestruturação que a Fundação Tide Setubal está fazendo em sua área de cultura, decidimos dar um viés pedagógico maior ao Encontro, mostrando como a cultura caipira está mais presente em nossas vidas do que acreditamos”, afirma Marcio Black, especialista em cultura da Fundação Tide Setubal. 

Para isso, o evento conta este ano com uma nova parceria junto ao C de Cultura, que tem como principais objetivos promover a diversidade cultural e a biodiversidade. “Buscamos divulgar para um número maior de pessoas o que entendemos ser a promoção da diversidade a partir da aproximação de artistas que estão no contexto das culturas tradicionais e de artistas que trabalham em um cenário contemporâneo”, conta o músico, educador e pesquisador Leonardo Mello, um dos fundadores do C de Cultura. Para trazer um caráter educativo ao Encontro de Cultura Caipira, Leonardo fará as vezes de mestre de cerimônias,  com informações ao público entre as atrações.

Na sexta-feira, dia 29 de junho, o Trio Rastapé Flor de Muçambê, grupo muito querido da comunidade, animará o público com sucessos do forró. No sábado, o músico Ricardo Vignini tocará na viola uma mistura de música caipira com ritmos contemporâneos, e o grupo de samba rural Sambaqui, mostrará como o pagode que conhecemos hoje tem raízes na cultura tradicional do interior de São Paulo. Para finalizar a noite, o show musical de Alvimar e Zé Trabuco trará um som inspirado na cultura caipira tradicional das roças e fazendas localizadas no interior de grandes estados como São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul. No domingo, o Trio da Luaa presenta composições do forró tradicional emúsicas autorais.

Além de conhecer mais sobre o repertório artístico e ritmos novos, que conectam São Miguel às tradições nordestinas e do interior paulista, os participantes poderão comer as comidas típicas e brincar nas diferentes barracas dedicadas às crianças.  “Essas festas são fundamentais, ainda mais nesse momento em que a gente vive. A rua é um espaço livre gratuito, democrático, de interação, onde a diversidade se expressa, gerando um sentimento de pertencimento à cidade, de cuidado e responsabilidade”, afirma Leonardo.

Não perca essa festa!

Programação: 

::: 29/06 - Sexta-Feira - das 18h às 22h
18h - Abertura
19h - Trio Rastapé Flor de Muçambê
22h - Encerramento

::: 30/06 - Sábado - das 14h às 22h
Mestre de Cerimônia: Leo Mello (C de Cultura)
17h30 - Abertura
18h - Ricardo Vignini
19h30 - Sambaqui
20h40 - Alvimar e Zé Trabuco
22h - Encerramento

::: 01/07 - Domingo - das 14h às 22h
17h30 - Abertura
18h - Trio da Lua
20h30 - Trio Rastapé Flor de Muçambê
22h - Encerramento

Serviço:
Praça Fortunato da Silveira (Praça do Morumbizinho) - São Miguel Paulista
Entrada gratuita