Notícias

Vozes Urbanas prepara-se para debater os desafios na educação pública


@ACAOMACROPOLíTICA | VOZES URBANAS 22/03/2019

Pelo segundo ano, a Fundação Tide Setubal promove o Vozes Urbanas, espaço de debates sobre temas relevantes para as causas defendidas por ela e que propõe-se a influir no debate público, provocando a reflexão e a ação de agentes da sociedade civil e dos setores públicos.

 

Um dos pilares de ação da Fundação é a promoção da Justiça Social, ou seja, a realização de ações, programas ou projetos que contribuam para a eliminação das desigualdades e para a construção de uma sociedade igualitária. As questões relacionadas às diferenças sociais entre homens e mulheres, o desequilíbrio de oportunidades e de tratamento dado a brancos e negros e a qualidade da educação ofertada a estes grupos são três das temáticas que dificultam esta igualdade.      

 

“Este ano vocalizaremos uma das principais pesquisas da Fundação, que aborda as desigualdades educacionais (conheça os planos da área de Conhecimento da Fundação clicando aqui) e, em especial, as questões de gênero e raça relativas a elas”, conta Handemba Mutana Poli, coordenador da área de Ação Macro Política. Serão sete eventos ao longo do ano, sendo o primeiro já marcado para o dia 24 de abril.

 

Proposta temática para os Vozes Urbanas 2019

 

Na perspectiva das desigualdades educacionais relacionadas a questões de gênero e raça, os Vozes Urbanas deste ano pretendem compreender a educação democrática e política nos diversos momentos de desenvolvimento pessoal, revelar barreiras sociais que dificultam a ocupação de espaços de poder por mulheres e negras (os) e pensar  estratégias de ação relacionadas a políticas públicas nessa área.

 

O calendário do ano começa com o tema : Educação para igualdade: panoramas e desafios. “Queremos trazer convidadas e convidados que nos ajudem a pensar sobre as diferenças no processo educativo de meninos e meninas e de brancos e negros para entendermos algumas das desigualdades presentes na nossa sociedade. Além disso, é importante termos a conexão com as políticas públicas. Ouvir e refletir como podemos fazer para eliminar essas desigualdades a partir de ações do executivo e do legislativo” diz Viviane Soranso, da equipe de Ação Macro Política da Fundação e responsável pela organização dos eventos.

 

A abertura será no dia 24 de abril, às 15h30 no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc. Entre as convidadas e convidados já estão confirmadas: Iracema Santos do Nascimento na mediação, o ex-ministro da educação Renato Janine e a antropóloga Heloisa Buarque de Almeida. Acompanhe nossa página do Facebook (https://www.facebook.com/fundacaotidesetubal)  e fique informada das informações e atualizações dos Vozes Urbanas 2019.