Notícias

Match coletivo no combate à Covid-19


IMPRENSA | @COMUNICACAO 29/04/2020

Por Amauri Eugênio Jr. / Foto: DiCampana Foto Coletivo


No ar desde o fim de março, o Matchfunding Enfrente o Corona, iniciativa desenvolvida pela Fundação Tide Setubal em parceria com a plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria para combater os efeitos causados pela Covid-19 (novo coronavírus) nas periferias urbanas de todo o Brasil, tem mobilizado diversas iniciativas que têm encontrado maneiras para auxiliar moradores de tais territórios.

Cada iniciativa selecionada tem 30 dias para captar o valor necessário para poder auxiliar a região onde atua. Ainda, a cada R$ 1 arrecadado, outros R$ 2 são disponibilizados por meio do fundo de apoiadores e parceiros da plataforma, o qual é composto por recursos da própria Fundação e dos parceiros: Fundação Itaú Social, Fundação José Luiz Egídio Setubal, Instituto Galo da Manhã, FEAC, Arymax, Instituto GPA e Arapyaú. Esse fundo conta atualmente com R$ 5 milhões.

Em 29 de abril, os projetos selecionados  com campanha em andamento já haviam arrecadado R$ 1.430.343, doados por 2.812 colaboradores. Na última quinzena, a plataforma recebeu mais de 25,6 mil acessos. Ainda, 103 projetos foram publicados na página do Matchfunding Enfrente e 24 atingiram as suas respectivas metas.

Os projetos inscritos estão dentro de uma das quatro categorias estipuladas pelo edital - Campanhas de conscientização sobre coronavírus, Cuidados com a saúde física e emocional, Distribuição de donativos e recursos e Sustentabilidade de micro e pequenos empreendimentos.

De acordo com Yasmin Youssef, coordenadora do Matchfunding Enfrente pela Benfeitoria, o momento atual influencia na predominância de iniciativas que visam proporcionar o acesso a itens essenciais, como alimentos, materiais de higiene pessoal e limpeza. “A urgência do tema e a solução dos problemas que os projetos selecionados trazem geram pressa na colaboração do matchfunding. As pessoas sentem-se mais engajadas para colaborar para a solução de problemas que são graves dentro do contexto que estamos vivendo.”

Wagner Silva (Guiné), coordenador de mobilização social e redes da Fundação Tide Setubal, ressalta a urgência relativa aos projetos e aborda outro ponto sobre os efeitos da pandemia nas periferias urbanas. “É difícil elencar as prioridades ou quem demanda apoio prioritário, pois entendemos que os impactos do coronavírus são complexos. Por isso, quando avaliamos e selecionamos os projetos, o nosso olhar tem sido abrangente sobre as soluções das periferias para o enfrentamento da Covid-19”.

Para proporcionar a agilidade e a eficácia da seleção dos projetos, o Matchfunding Enfrente conta com parceiros curadores a Uneafro Brasil, Instituto Feira Preta, Agência Solano Trindade, Uniperiferias, Observatório de Favelas e A Banca, cuja experiência na gestão de projetos tem sido estratégica nesse processo. “Essa experiência tem nos possibilitado múltiplos olhares sobre os critérios de impacto, custo-benefício, histórico de atuação e representatividade. Isso tem elevado a qualidade da seleção dos projetos e dado profundidade muito importante para a tomada das nossas decisões”, ressalta Guiné.


Bônus convertido em apoio

Parceiro do Matchfunding Enfrente, o Instituto GPA, entidade responsável pelas ações de responsabilidade do Grupo Pão de Açúcar (GPA), mobilizou o Extra, uma das redes de hipermercados que fazem parte do grupo, para apoiar as iniciativas na plataforma. Por meio do Clube Extra, aplicativo de fidelização de clientes da rede, os clientes poderão reverter estrelas acumuladas no programa de benefícios Meus Prêmios em doações em dinheiro.

As estrelas deste programa poderão ser revertidas em vales de R$ 15, R$ 30 ou R$ 45, que serão doadas para a plataforma de financiamento cogerida pela Fundação Tide Setubal e Benfeitoria. Confira aqui mais informações sobre apoios feitos pelos Instituto GPA.


Usando a voz para a solidariedade

Além dos diversos impactos econômicos e do acirramento da desigualdade social, a Covid-19 tem afetado de modo extremo o mundo esportivo. Desde o início do isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a realização de torneios de diversas modalidades foi suspensa e os Jogos Olímpicos de Tóquio, que seriam realizados este ano, foram adiados para 2021.

Uma das consequências do hiato no calendário esportivo é o surgimento de iniciativas como o #narradorespelavida, movimento por meio do qual narradores esportivos de veículos diversos de rádio, televisão e streaming têm gravado vídeos para conscientizar os seus seguidores sobre os cuidados relativos ao novo coronavírus e para apoiar iniciativas como o Matchfunding Enfrente o Corona.

 

 

De acordo com Marcelo do Ó, locutor da BandNews FM, Rede TV! e da plataforma de streaming DAZN, e um dos idealizadores da iniciativa, a campanha surgiu por meio de conversa com Conrado Giulietti, também narrador do serviço online de transmissões, sobre fazer uma campanha de conscientização sobre a pandemia feita com os seus pares - os dois haviam assistido a vídeos do gênero feitos por repórteres e jornalistas esportivos. Isso o motivou a pedir para os narradores que conhecia gravarem vídeos com mensagens relativas aos cuidados com o novo coronavírus.

A adesão ao movimento cresceu a ponto de até mesmo profissionais quem ainda não havia conhecido pessoalmente passarem a aderir. “Gente com quem eu nunca havia falado, como o pessoal da Globo, e das televisões e rádios que eu conhecia, entrou - e no fim havia mais de 80 caras. Eu não sabia que eu seria capaz de mobilizar tanta gente para algo assim”, comenta do Ó.

A segunda fase do #narradorespelavida, que é justamente de divulgação do Matchfunding Enfrente, contou com nomes de peso, como João Guilherme, da Fox Sports, Sérgio Maurício, do Grupo Globo, e o lendário Silvio Luiz. “Foi algo muito legal, que nasceu informalmente, em uma tentativa minha de fazer algo útil com o tempo que eu tinha. E acabou rolando”, pondera o narrador.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#narradorespelavida bemfeitoria.com/enfrente. Vamos ajudar !!!! Não somos nada, sozinhos.

Uma publicação compartilhada por Joao Guilherme (@jguilhermefox) em

 

Outro ponto evidente durante a campanha é o poder que as vozes dos locutores têm - em sentidos literal e metafórico. “A gente mandou um recado as pessoas que gostam de futebol e que estavam em dúvida, que viram o narrador preferido falar, e isso tem um peso. Precisamos nos unir mais para usarmos as nossas vozes para coisas positivas”, completa Marcelo do Ó.

Para conferir os vídeos feitos pelos narradores, que foram também compartilhados nas redes sociais da Fundação Tide Setubal, basta procurar pela hashtag #narradorespelavida no Instagram.


Mais iniciativas

Em 17 de abril, durante a apresentação de Emicida com a cantora chilena Ana Tijoux na edição online do Festival Mucho!, no qual artistas brasileiros fazem apresentações com nomes de outros países da América Latina, foi feita uma inserção sobre o Matchfunding Enfrente - quem assistia à transmissão do show pôde ver a divulgação da iniciativa.

“A parceria com o Festival Mucho! nasceu a partir de aproximação feita pelo time de Mobilização Social e Redes, que tem mapeado estratégias e buscado abordagens criativas para alcançar públicos com capacidade de doação para a plataforma”, conta Márcio Black, coordenador de Mobilização Social e Redes da Fundação Tide Setubal.

 

Inserção do Matchfunding Enfrente durante o show de Ana Tijoux e Emicida (Reprodução / YouTube)

 

Além da aparição durante o festival online, a plataforma tem sido também veiculada em campanhas de endomarketing, como no caso da Natura; e distribuída em redes institucionais, como Cidade dos Sonhos (Purpose), Énóis, Rede Mulher Empreendedora, Social Good Brasil, Prêmio Empreendedor Social, realizado pela Folha de S.Paulo, e Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal.

Para completar, o Matchfunding Enfrente vem sendo divulgado por meio de intervenção estética feita pelo coletivo Projetemos, rede que conta com cerca de 120 projetores ativos, que tem rodado a campanha por meio da projeção em empenas de prédios - ou seja, paredes laterais sem janelas - ao redor do Brasil.

 

Faça parte da corrente

Para apoiar a potência de territórios periféricos e ajudá-los a superar os problemas causados pela Covid-19, conheça os projetos selecionados no Matchfunding Enfrente o Corona em benfeitoria.com/enfrente e colabore para eles atingirem as suas metas.