Notícias

Fundação Tide Setubal apoia websérie sobre participação política feminina na América Latina


PROGRAMAS DE INFLUêNCIA | IMPRENSA | @COMUNICACAO 29/07/2020

 

“Você já parou para pensar em quantas mulheres você votou nas últimas eleições?” É com este questionamento feito por Beatriz Pedreira, cientista social e cofundadora do Instituto Update, que a websérie Eleitas: Mulheres na Política apresenta o seu tema principal: a participação feminina no cenário político de seis países da América Latina.

O projeto, que tem três episódios e é baseado em estudo homônimo também produzido pelo Instituto Update, retrata o panorama de Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia e México por meio da atuação lideranças emergentes nessas respectivas localidades. O projeto, que foi feito a partir de entrevistas com 107 mulheres, sendo 96 mulheres eleitas e 11 especialistas, conta também com participação de Anitta - a artista faz intervenções nas quais explica conceitos relacionados à participação de mulheres na política.

Alguns dos aspectos retratados na série dizem respeito à transformação cultural resultante do engajamento político cada vez maior de mulheres, quais desafios elas têm encontrado para se afirmar nesse cenário e como têm enfrentado a violência política de gênero, e mecanismos para garantir a paridade de gêneros entre parlamentares e demais lideranças. Esse contexto ganha destaque ainda maior em meio à guinada conservadora pela qual a região, em particular países como Brasil e Bolívia, passaram nos últimos anos.

Em entrevista concedida em junho à Fundação Tide Setubal sobre a pesquisa e a websérie, Beatriz Pedreira comentou que o objetivo da iniciativa era compreender o potencial transformador feminino no panorama político na região.

Estamos olhando para entender como o poder emerge a partir das mulheres e como as que foram eleitas estão construindo uma nova dinâmica de poder. Nós nos questionávamos sobre o que muda quando mais mulheres estão no poder, qual era o significado de quando se falava que o futuro é feminino e como qualificamos a importância de mais mulheres na política.


Entender (e assistir) para transformar

A websérie, que foi coproduzida por Instituto Update, Quebrando o Tabu, Maria Farinha Filmes e Spray Content, é baseada no estudo que contou com apoio de Fundação Tide Setubal, Ford Foundation, Oak Foundation, Open Society Foundations, Luminate, BMW Foundation.

Confira os três episódios da produção audiovisual, que está disponível no canal do Quebrando o Tabu no YouTube. A pesquisa pode ser conferida em eleitas.org.