Enfrente

As desigualdades educacionais como problema: formulação científico-social

Realizado em 25 e 26 de junho, o "Seminário Democracia, Educação e Equidade: uma agenda para todos", organizado pela Fundação Tide Setubal, Insper e UNESCO no Brasil, foi voltado ao debate brasileiro sobre desigualdades educacionais, justiça social e democracia.

A mesa "As desigualdades educacionais como problema: formulação científico-social", que aconteceu no primeiro dia do evento, contou com participações de Naércio Menezes Filho, da USP e do Insper; Nestor Lopez, do IIEP Argentina; e Ana Maria F. Almeida, da Unicamp. A mediação foi de Maria Teresa Gonzaga Alves, da UFMG.