Fundação Tide Setubal
Imagem do cabeçalho
Home >
Imagem do cabeçalho

História

A Fundação Tide Setubal iniciou suas atividades em 2006 e, durante a primeira década de atuação, orientou suas ações para o desenvolvimento sustentável do bairro de São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo.

Atuou em diversas frentes com projetos de esporte e lazer, apoio a escolas públicas e a atividades de cultura e cidadania e promoção do convívio e da mobilização comunitária, tendo como princípios a intersetorialidade e a ênfase no fortalecimento das lideranças locais.

O aprendizado de dez anos trouxe o desejo de pensar em como aproveitar a experiência vivida para colaborar de maneira mais ampla para a redução das desigualdades socioespaciais no país, dando início a uma nova fase na Fundação Tide Setubal.

A partir de 2017, novas formas de atuação foram desenvolvidas e a Fundação consolidou um modelo de trabalho híbrido, que envolve a continuidade da prática de desenvolvimento local no Jardim Lapena, um dos bairros de São Miguel Paulista, o fomento a iniciativas e organizações periféricas e a promoção de soluções que articulem atores de diferentes setores para a redução das desigualdades.

Navegue pelos anos da nossa história:

2005-2006
2007-2008
2009 - 2010
2011-2013
2014-2015
2016
2017 - 2019

Navegue pelos anos da nossa história:

2005-2006 Tempo de conhecer o território As ações são orientadas pelo foco no desenvolvimento local, pela importância dada à intersetorialidade e pela ênfase no fortalecimento das lideranças locais. As premissas que começam a se desenhar a partir da prática tratam da importância de atuar em conjunto com os atores locais e reforçam a ideia da centralidade do trabalho em prol do empoderamento da comunidade.
Visualizar imagem
Avançar
Criação da Fundação Reforma do Clube da Comunidade (CDC) Início das atividades
2007-2008 Tempo de trabalhar com a população A experiência adquirida nos primeiros anos potencializa a ideia de atuar em parceria com a população local, bem como a importância de estabelecer vínculos com o território e ganhar legitimidade. Além disso, é preciso conhecer e respeitar a cultura local.
Visualizar imagem
Avançar
Criação do CPDOC São Miguel Construção do Galpão de Cultura e Cidadania Começo de intervenções em escolas públicas
2009 - 2010 Tempo de produzir conhecimento A importância da produção do conhecimento com base na prática ganha força, gerando referências para a disseminação das experiências. A decisão é coerente com o propósito de fortalecer as organizações locais por meio de formações e editais de fomento.
Visualizar imagem
Avançar
Disseminação de metodologias em publicações Fortalecimento de atores locais Revitalização do Mercado Municipal
2011-2013 Tempo de articular parcerias Ampliam-se a mobilização e articulação entre agentes locais, instituições privadas e poder público. Instâncias de participação social, como redes e fóruns, passam a contar com a participação e fomento da Fundação. Intensifica-se o relacionamento com atores externos ao território.
Visualizar imagem
Avançar
Instituição do Fórum de Moradores do Jardim Lapenna Feira do Livro se transforma em Festival Inclusão da metodologia Mundo Jovem no Guia de Tecnologias Educacionais
2014-2015 Tempo de influenciar políticas públicas O foco do trabalho se concentra na articulação de diferentes potencialidades locais, com vista a transformar São Miguel Paulista em um território educador. A influência em políticas públicas passa a ser a linha de atuação prioritária.
Visualizar imagem
Avançar
Maior diálogo com o poder público
2016 Tempo de celebrar Em seu aniversário de 10 anos, Fundação Tide Setubal promove debate sobre enfrentamento das desigualdades em periferias urbanas com seminário, pesquisa e lançamento de publicação.
Visualizar imagem
Avançar
Seminário Internacional de Cidades e Territórios Uma década de enfrentamento às desigualdades
2017 - 2019 Tempo de inovação e expansão Após uma década de atuação na zona leste de São Paulo, a Fundação Tide Setubal inicia um novo momento em sua trajetória. Apoiada em todo o conhecimento adquirido em sua atuação em São Miguel Paulista, era hora de promover a redução das desigualdades de maneira mais ampla. O ponto de partida é a mudança de missão, ocorrida em 2017. O foco específico no desenvolvimento local de São Miguel Paulista é ampliado com o objetivo de fomentar iniciativas que promovam a justiça social e o desenvolvimento sustentável de periferias urbanas e contribuam para o enfrentamento das desigualdades socioespaciais das grandes cidades, em articulação com diversos agentes da sociedade civil, de instituições de pesquisa, do Estado e do mercado. A renovação estabelece novas conexões com territórios e causas. O foco nas desigualdades socioespaciais e na construção de estratégias para a sua superação coloca a equidade racial como um ponto forte na atuação, assim como a necessidade de conhecer e apoiar outras periferias e realizar pesquisas e estudos para articular ações com o poder público e com a iniciativa privada pelo desenvolvimento das periferias, nunca deixando de aprender a partir da prática local no Jardim Lapena, zona leste de São Paulo, onde a Fundação iniciou sua história. Pensando também em como incidir politicamente no combate às desigualdades socioespaciais, a Fundação Tide Setubal realiza um mapeamento das possibilidades de ação junto à consultoria Cause, a partir do qual passa a defender a territorialização do orçamento municipal como um caminho para a redução das desigualdades.
Visualizar imagem
Avançar
Do Galpão de Cultura e Cidadania para o Galpão ZL O apoio às periferias Estudos e pesquisas sobre e para o desenvolvimento das periferias Visibilidade, debates e conteúdos de causas

Nós utilizamos cookies para melhorar a experiência de usuários e usuárias que navegam por nosso site.
Ao clicar em "Aceitar todos os cookies", você estará concordando com esse armazenamento no seu dispositivo.
Para conferir como cuidamos de seus dados e privacidade, acesse a nossa Política de Privacidade.