1 Fundação Tide Setubal
Imagem do cabeçalho
Imagem do cabeçalho

Fundação Tide Setubal e Google fazem ação para moradores de São Miguel

@Comunicacao

26 de julho de 2010
Compartilhar:

Cerca de cinquenta voluntários, funcionários do Google, realizaram em 15 de julho atividades de letramento digital, participaram de expedição fotográfica por São Miguel Paulista e interagiram com crianças. Essa iniciativa fez parte da ação global da empresa, chamada Google Serve. Por meio dela, todos os anos, os colaboradores dedicam um dia ou parte dele ao bem comum. Nesta edição, o Comitê de Responsabilidade Social do escritório brasileiro escolheu a Fundação Tide Setubal como parceira, e a equipe foi a São Miguel, na zona leste da capital, onde a Fundação atua há mais de cinco anos em prol do desenvolvimento local sustentável.

 

 

E-mail e web

 

Aproximadamente trinta mães do Programa Ação Família São Miguel, desenvolvido pela Fundação, aprenderam, por exemplo, a criar e-mail e pesquisar na rede mundial de computadores. Para Lúcia Amadeo, coordenadora do Ação Família, a ação de voluntariado se integrou a uma das metas do programa: a inclusão digital. “Queremos que as famílias tenham acesso à informática e às ferramentas de comunicação. Os voluntários despertaram o interesse das mulheres. A intenção é que elas participem, agora, dos cursos do Telecentro para avançarem mais”.

 

Maria de Fátima Santos, 38 anos, moradora do Jd. Lapenna, foi uma das participantes. Ela nunca havia tido contato com computador. “Estou muito feliz e agora quero aprender mais”, disse, emocionada, ao enviar o seu primeiro e-mail. Após a aula, Edineusa Pereira Santos, 38 anos, passou a fazer planos para comprar uma máquina. “Mas, para ter acesso ao computador, sei que é preciso ter o conhecimento”, lembrou.

 

De acordo com Guilherme Anjos, especialista em AdSense (programa de publicidade do Google), a chance de apresentar o mundo virtual às moradoras do Jd. Lapenna foi enriquecedora. “No dia-a-dia, estamos preocupados em fazer produtos acessíveis. É importante, portanto, sabermos quais são as facilidades e dificuldades do usuário. Mas o principal desta ação foi a oportunidade de nos desenvolvermos como ser humano”.

 

 

Expedição fotográfica

 

Outra atividade da ação de voluntariado do Google com a Fundação Tide Setubal foi uma expedição fotográfica pelo centro de São Miguel Paulista, coordenada pela equipe do Centro de Pesquisa e Documentação (CPDOC) São Miguel. Os “googlers”, entre brasileiros e estrangeiros, se uniram aos participantes do Núcleo de Comunicação Comunitária (NCC) e do CPDOC para percorrerem as ruas e pontos históricos do bairro. “Procuramos focar nosso roteiro na importância de São Miguel para a história da cidade de São Paulo, contextualizando o processo de desenvolvimento local e desmistificando o imaginário sobre a região”, contou Mauro Bonfim, coordenador do CPDOC.

 

O ponto de partida da expedição foi a estação de trem, onde desembarcavam os migrantes que foram trabalhar nas fábricas locais, como a Nitroquímica. Depois, o grupo seguiu para o sebo Alfarrábio e ouviu as histórias do proprietário, Laércio Berti, morador de São Miguel há mais de sessenta anos. De lá, rumaram para o Mercado Municipal, síntese da diversidade gastronômica e cultural da região. Em seguida, participaram de uma visita monitorada na Capela de S. Miguel Arcanjo, fundada em 1622. A expedição terminou no Galpão de Cultura e Cidadania do Jd. Lapenna, com a postagem das fotografias e de relatos no blog: http://expedicao-saomiguel.blogspot.com.

 

“Todo paulistano tem costume de passar por aqui a caminho do aeroporto. Mas não temos idéia do que há nesta região. Fiquei muito surpreso. Não esperava encontrar uma capela histórica . Essas ações nos ajudam a abrir nosso olhar”, afirmou o expedicionário Renato Maria, integrante do setor de vendas do Google.

 

 

Multiplicar a ação

 

Outros voluntários também valorizaram a iniciativa. Segundo Regina Chamma, gerente de projetos e integrante do Comitê de Responsabilidade Social, os comentários na volta para empresa foram positivos. “O que queremos é colocar uma sementinha e ver se continuamos a desenvolver mais ações sociais”, reforçou Regina.

 

A gerente comercial do Google Claudia Sciama é uma das pessoas que desejam multiplicar esse trabalho. “É uma pena ser apenas uma ver por ano. Tenho vontade de ajudar mais. É algo tão pequeno, mas pode fazer a diferença”. Ela e outros quatro voluntários organizaram atividades lúdicas para cerca de trinta crianças no Galpão de Cultura e Cidadania. Durante uma tarde, plantaram feijão, construíram porta-retratos com palito de sorvete e brincaram com os pequenos. “Foi muito legal. Elas também nos ensinaram a fazer desenhos”, disse João Vitor Alves Araújo, 10 anos, mostrando, com as mãos sujas de tinta e feliz, a sua arte no fim da atividade.


Compartilhar:

Notícias relacionadas

Nós utilizamos cookies para melhorar a experiência de usuários e usuárias que navegam por nosso site.
Ao clicar em "Aceitar todos os cookies", você estará concordando com esse armazenamento no seu dispositivo.
Para conferir como cuidamos de seus dados e privacidade, acesse a nossa Política de Privacidade.