1 Fundação Tide Setubal
Imagem do cabeçalho
Imagem do cabeçalho

Jovens se reúnem no 1º Fórum da Juventude de São Miguel e levantam reivindicações

@Comunicacao

10 de maio de 2013
Compartilhar:

 

“Que os jovens conheçam, além de seus deveres, seus direitos e com isso lutem por eles”. Essa é uma reivindicação presente em trecho do relatório enviado à subprefeitura de São Miguel Paulista, resultado do I Fórum de Juventude de São Miguel, apelido pelos jovens de “Tamo Junto”, que aconteceu no sábado, 4 de maio, no Centro Social Marista Irmão Lourenço de Vila Progresso. O evento é sequência da preliminar Tamo Junto, realizada no Galpão de Cultura e Cidadania do Jd. Lapenna. Este primeiro Fórum de Juventude foi conduzido pela Fundação Tide Setubal em parceria com o Centro Social Marista Irmão Lourenço de Vila Progresso, e teve como eixos de discussão temas como educação, saúde, segurança, e cultura e lazer

Os 43 jovens participantes, membros dos projetos Espaço Jovem e Intermídia Cidadã, da Fundação Tide Setubal, do grupo de capoeira Um Passo para Arte e do Centro Social Marista dividiram-se em quatro subgrupos que participaram de dinâmicas, de atividades de integração, e discutiram os temas sob duas perspectivas: o que sonhamos para os jovens de São Miguel Paulista e como posso ajudar nessa construção.

No tema educação, surgiram reivindicações por professores mais comprometidos, melhor infraestrutura e o fim das escolas de lata, além de questões como bullying nas escolas e a criação de uma faculdade pública na região. Já nas questões relacionadas à saúde, os jovens propuseram a criação de um espaço específico para adolescentes e jovens buscarem informações e atendimentos relacionados a temas como DST/AIDS, uso e abuso de drogas, gravidez na adolescência e atendimento psicológico, além de hospitais com melhores atendimentos.

Já no tema de segurança, os jovens reivindicaram rondas escolares para garantir a segurança dos estudantes e evitar o vandalismo, além de uma melhor iluminação na região. No tema de cultura e lazer, mais espaços de cultura na região, como teatros e cinemas e mais clubes escola, com oferecimento de esportes gratuitamente e a revitalização dos espaços já existentes foram as propostas pautadas.

Também foram discutidos temas como trabalho, com reivindicações por mais oportunidades de empregos e cursos profissionalizantes, ruas mais asfaltadas, remoção e realocação de moradores em área de risco ou imprópria à moradia.

Para dar continuidade a essa mobilização, os jovens criaram uma comissão com os responsáveis por organizar os próximos encontros. Ficou institucionalizado que todo primeiro sábado do mês o fórum se reunirá. O próximo encontro acontece em1º de junho, às 9h. O local ainda não está definido.


Compartilhar:

Notícias relacionadas

Nós utilizamos cookies para melhorar a experiência de usuários e usuárias que navegam por nosso site.
Ao clicar em "Aceitar todos os cookies", você estará concordando com esse armazenamento no seu dispositivo.
Para conferir como cuidamos de seus dados e privacidade, acesse a nossa Política de Privacidade.