1 Fundação Tide Setubal
Imagem do cabeçalho
Imagem do cabeçalho

Núcleo de Formação SocioCultural diversifica público com novos módulos

@Comunicacao

14 de dezembro de 2010
Compartilhar:

O Núcleo de Formação Sociocultural, que integra o Projeto ArteCulturAção, da Fundação Tide Setubal, ofereceu em 2010 formação teatral para jovens e adultos da zona leste. Pela primeira vez, a iniciativa trabalhou com módulos formativos das seguintes áreas: cenografia, figurino e dramaturgia. Até 2009, havia apenas um curso geral voltado para jovens. Com a nova estrutura, buscou-se atender a demanda de grupos da região por capacitações específicas e também aprofundar os conceitos daqueles que já haviam passado pela iniciação básica.

 

“Foi um avanço no sentido da participação de diversos atores que atuam no território. Sempre contamos com a presença de jovens. Com o novo desenho, conseguimos atender também grupos culturais da região. Tivemos ao longo do ano representantes de 13 coletivos da zona leste”, contou Inácio Pereira dos Santos Neto, coordenador do ArteCulturAção.

 

No primeiro semestre, foram oferecidos os módulos: iniciação ao teatro, cenografia e figurino. No seguinte, houve iniciação ao teatro II, figurino II, dramaturgia e um especial sobre intervenções urbanas. O último surgiu da experiência do módulo de cenografia. No trabalho final, os alunos construíram um espaço cênico que dialogava com essa linguagem.

 

A estrutura em módulo será mantida em 2011, mas a definição dos novos temas surgirá a partir de conversas com grupos da região. “Para nós, é muito importante esse diálogo com quem pensa e produz arte aqui no território”, afirmou Inácio. O coordenador destacou ainda que a formação permite não só o aperfeiçoamento da habilidade técnica dos grupos, como também fomenta mais reflexões sobre a arte e a localidade.

 

Leia a opinião de jovens e membros de grupos que já participaram do Núcleo:

 

 

“Estou no Núcleo há dois anos. Acho que neste semestre o trabalho foi mais bem lapidado. Para nossa montagem, lemos O Rinoceronte, do Ionesco. A partir dessa peça e de nossas improvisações, criamos o nosso espetáculo. Foi muito legal. Gosto muito de artes cênicas e tenho vontade de trabalhar como ator de teatro”.

 

Elias Miguel dos Santos, 19 anos, participante do módulo iniciação ao teatro

 

 

 

“No primeiro semestre, minhas amigas participaram do curso e contavam o que aprendiam. Então, resolvi participar do grupo. Foi um pouco mais do que eu esperava. Pensava que seria algo mais teórico, mas não: fizemos diversos exercícios. Aprendemos muita coisa. Eu agora estou mais solta, eu era muito tímida. Nem fiquei nervosa na primeira apresentação”.

 

Natasha de Matos, 15 anos, participante do módulo iniciação ao teatro

 

 

 

“No curso, pude conhecer mais sobre tecidos. Também tinha dificuldade de desenhar e agora já consigo colocar minhas ideias no papel”.

 

Daniela Oliveira, do grupo Cria de Gonzaga, participante do módulo figurino

 

 

 

“Fiz os cursos de figurino e cenografia. A ideia é ter mais arsenal para aprimorar a nossa linguagem e a nossa prática”.

 

Anderson Black, do grupo Homens da Caverna, participante dos módulos


Compartilhar:

Nós utilizamos cookies para melhorar a experiência de usuários e usuárias que navegam por nosso site.
Ao clicar em "Aceitar todos os cookies", você estará concordando com esse armazenamento no seu dispositivo.
Para conferir como cuidamos de seus dados e privacidade, acesse a nossa Política de Privacidade.