1 Fundação Tide Setubal
Imagem do cabeçalho
Imagem do cabeçalho

Programa Mundo Jovem amplia alcance por meio de parcerias e capacitação de docentes

@Comunicacao

15 de dezembro de 2009
Compartilhar:

Pertencentes ao Programa Mundo Jovem, os projetos Espaço Menina-Mulher (com encontros no CDC Tide Setubal) e Espaço Jovem (promovido no Galpão de Cultura e Cidadania) trabalharam ao longo de 2009 temas como drogas, sexualidade e cidadania com adolescentes da região, beneficiando diretamente cerca de 130 jovens. O Projeto Esporte e Cidadania (no CDC Tide Setubal), por sua vez, alcançou uma média de participação de 150 jovens, que jogaram futebol, handebol e vôlei, entre outros esportes.

 

Além disso, com o objetivo de compartilhar a metodologia utilizada pelo Programa Mundo Jovem, foram estabelecidas parcerias com outras instituições, beneficiando indiretamente mais de 250 jovens. Algumas delas foram: o Centro de Ensino Unificado (CEU) Parque São Carlos, o CEU Três Pontes, o Instituto Alana, a Associação Nova União da Arte (NUA), a Assistência Comunitária de Ação Social (ACAS), o Centro de Educação Popular Nossa Senhora Aparecida e o Movimento de Orientação à Criança e ao Adolescente (M.O.C.A.). Outra iniciativa foi a capacitação de um grupo de professores do ensino fundamental na EMEF Dom Paulo Rolim Loureiro, no Jd. São Vicente, distrito de São Miguel Paulista. Como resultado, 25 docentes tornaram-se multiplicadores da metodologia do Programa Mundo Jovem dentro da escola.

 

Para Viviane Hercowitz, coordenadora do Mundo Jovem, o aprimoramento da metodologia neste ano permitiu mais acesso a informações da vida cotidiana dos jovens. “Foi feita uma sistematização aprofundada das demandas trazidas pelos jovens, que confiaram a nós informações pessoais sobre as relações familiares, por exemplo”. Segundo ela, esses dados servirão de baliza para novos direcionamentos, tanto do programa em si quanto da demanda do território. “A intenção é fortalecermos as instituições que trabalham com jovens em São Miguel Paulista para promover cada vez mais o desenvolvimento local”, diz.

 

Veja abaixo o que dizem alguns dos adolescentes que participaram do Espaço Menina-Mulher em 2009, com encontros semanais realizados no CDC Tide Setubal:

 

 

“É um espaço de encontro muito legal no qual conversamos sobre vários temas. O tema Identidade me ajudou a identificar quem eu sou. Agora, olho no espelho e vejo quem nunca vi antes: uma menina bonita, que sabe se defender de atitudes preconceituosas porque sabe do seu valor”. Thalita Brasileiro Alcântara dos Santos, 13 anos

 

 

“Eu era muito nervosa, não obedecia ao meu pai, não respeitava meu irmão. Agora estou mais calma, penso muito antes de falar e consigo dialogar melhor com a minha família. Levamos para casa as coisas novas que aprendemos, compartilhamos com a nossa família e com outras pessoas ao redor”, Nathalie de Farias Alves, 13 anos

 

 

“É muito bom a convivência com outras meninas da sua idade e que, às vezes, tem os mesmos problemas que os seus. Você percebe que não é só a sua vida que tem problemas. Aprendemos também como enfrentar os problemas e compreender os pais”, Ralyria Mello Vieira dos Santos, 13 anos

 

 

“Acredito que me tornei uma pessoa melhor, mais alegre, compreensiva e extrovertida. Aprendi a não julgar as pessoas sem conhecê-las antes. Sei que agora sou uma pessoa melhor comigo e com os outros”, Ana Carolina Maria da Soledade, 13 anos


Compartilhar:

Nós utilizamos cookies para melhorar a experiência de usuários e usuárias que navegam por nosso site.
Ao clicar em "Aceitar todos os cookies", você estará concordando com esse armazenamento no seu dispositivo.
Para conferir como cuidamos de seus dados e privacidade, acesse a nossa Política de Privacidade.